Pier visita entidades de Arapongas, Cambé e Londrina

Nesta sexta-feira, 27, o vereador Pier Petruzziello visitou o presidente da Associação das Pessoas Portadoras de Deficiência de Arapongas, Sérgio, e o presidente e da União dos Deficientes Físicos de Cambé, Aminadabe Martins de Oliveira, além de duas outras entidades da área em Londrina. “Conhecer essas instituições representa muito para mim. Precisamos fortalecer a rede que trabalha em prol da pessoa com deficiência em nível estadual. Trocar experiências, informações e conquistarmos juntos o nosso espaço”, disse Píer, pré-candidato a deputado estadual pelo PTB e que tem como bandeira a luta pelos direitos das pessoas com dificiência.

Em Londrina, Pier foi recebido pela Doralice Dias da Silva, diretora da Instituição Londrinense de Educação de Surdos – Iles. “Trata-se de uma escola de educação especial, mas que também oferece serviços de saúde e terapêuticos para seus alunos. Um trabalho incrível! Hoje, a escola tem três professores com deficiência auditiva e que um dia já foram alunos da instituição. Isso é representatividade de verdade.”

“Essas instituições, essas pessoas, que tenho conhecido, contribuem muito para a evolução do nosso trabalho em defesa da pessoa com deficiência”, completa Pier.

Educação de qualidade – O vereador também visitou o Núcleo de Atividades de Altas Habilidades/Superdotação do Paraná, trocou informações para entender como contribuir para uma educação especial de qualidade para as crianças paranaenses ” O trabalho desenvolvido pela Fernanda Maria de Souza e sua equipe, é único no nosso estado”, disse Pier.

Pier Petruzziello explicou que as crianças com altas habilidades e super dotações fazem parte do público da educação inclusiva, “porém muito pouco se fala sobre esse tema”. Segundo Fernanda Maria de Souza, coordenadora do grupo, a falta de informação impede a busca de um diagnóstico por parte do pais e é uma das principais barreiras a ser vencida.

“Hoje o núcleo, além de atividades no contra-turno para crianças que apresentam esse diagnóstico, também trabalham de forma continua para que haja capacitação de professores, na rede pública e privada, para identificação desses casos”, adianta Pier.

Categorias:Posts

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s